Titulo: Guaíba:

Sub-Titulo: rio ou lago?

Autor(a): MARILISA BIALVO HOFFMANN

Instituição:Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Ano:2019

clique na imagem para fazer Download


O ato de reconhecimento de território é algo que ultrapassa questões de identidade e pertencimento, ou seja, sentir-se parte constitutiva do lugar, modo de vida ou até mesmo sujeito histórico que constitui os bem víveres microrregionais.

Tendo isso em mente, destacamos que questões como o conhecimento e arte ficariam distantes, não havendo um diálogo entre ambas parte. Colocando essa perspectiva do território gaúcho, especificamente na divisão das Ilhas e Porto Alegre cortados pelo Guaíba. De um lado temos as ilhas representando a arte: uma forma de expressão que reflete a cultura e a história e ao mesmo tempo analisa de forma crítica de determinado ponto;

Do outro, temos Porto Alegre representando conhecimento: havendo aqui uma dualidade dos saberes. Enquanto centro temos o conhecimento científico - um conjunto de saberes sistematizados, enquanto instituição; conhecimento que requer base teórica e comprovações; é a resposta da busca de um certo destino pré traçado. E enquanto periferia temos conhecimento popular - um conhecimento baseado nos saberes locais, culturais que passam de gerações e/ou comunidades.

Nessa representação, a arte visualiza o conhecimento e vice e versa, mas não se encontram, o Guaíba seria o denominador em comum que falta entre a arte e o conhecimento.

Para ver a apresentação, clique em: https://prezi.com/view/jpsgj0oo5VTQhPlt6MdJ/

 



Avalie a narrativa :

Deixe sua avaliação :


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional